Professores municipais terão aumento de 3,71%

SALARIOOs professores e demais funcionários da rede municipal de ensino da Prefeitura de São Paulo terão reajuste de 3,71% nos pisos salariais neste ano.

O aumento foi acertado entre o Sinpeem (Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo) e a prefeitura em reunião com representantes do governo municipal realizada anteontem, após protesto dos profissionais no viaduto do Chá, em frente ao prédio da administração.

O aumento já virá no próximo pagamento, mas será em forma de abono. A incorporação ao salário ocorrerá em 2019.

De acordo com cálculos do sindicato, os professores que trabalham pelo menos 40 horas e estão na categoria 3 terão piso salarial de R$ 3.681,50. Hoje, o valor é de R$ 3.549,81.

O reajuste incidirá sobre os padrões de todas as tabelas de vencimentos de aposentados e pensionistas, e valerá para todas as categorias do magistério municipal.

Parcelado

A incorporação do reajuste será parcelada, mas o percentual ainda não está definido. Segundo o sindicato, poderão ser duas parcelas de 1,85%. No entanto, o que está acertado são as datas. A primeira parcela será paga em janeiro de 2019. Em novembro, a prefeitura pagará a segunda parte da incorporação.

De acordo com o presidente do Sinpeem, Claudio Fonseca, cerca de dois terços dos 62 mil funcionários serão beneficiados com o reajuste. Já o número de aposentados e pensionistas chega a 26.000. “Nossa briga é para nunca deixar o reajuste ser menor que a inflação. Se não conseguimos valor maior, também não deixamos ele cair”, afirma.

O Sinpeem também cobrou fixação de pisos salariais, fim da terceirização, reposição das perdas salariais, redução do número de alunos por sala de aula, melhores condições de trabalho e combate à violência.