Mulher e filho de 9 anos morrem esfaqueados dentro de casa na zona leste de São Paulo

Policiais militares na frente da casa onde mãe e filho, de 9 anos, morreram esfaqueados por um jovem de 18 anos, na Água Rasa, na zona leste de São Paulo - Reprodução/TV Globo

Policiais militares na frente da casa onde mãe e filho, de 9 anos, morreram esfaqueados por um jovem de 18 anos, na Água Rasa, na zona leste de São Paulo – Reprodução/TV Globo

Uma instrumentadora cirúrgica de 48 anos, e o filho dela, de 9, foram mortos após serem esfaqueados dentro de casa pelo vizinho, de 18 anos, na madrugada desta segunda-feira (8), na rua Barão do Serro Largo, na Água Rasa (zona leste). O jovem foi preso em flagrante.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), policiais militares faziam patrulhamento pela região quando foram acionados para atender uma suposta ocorrência de disparo de arma de fogo. Já no local, foram informados pelos vizinhos que o autor estaria dentro de uma residência.

Em seguida, os PMs pularam o muro da casa e encontraram a mulher e a criança caídos sem vida na sala. O autor do crime foi preso pelos militares no momento em que tentava pular o muro dos fundos do imóvel para fugir.

Ao ser questionado, o rapaz confessou o crime. Ele relatou aos PMs que entrou com uma faca na casa para matar a vizinha por ter algumas desavenças com ela. O suspeito usou um martelo para quebrar o vidro da sala para entrar no imóvel.

Ainda segundo o BO, o filho da vítima morreu após entrar na frente da mãe para defendê-la dos golpes de faca. Até mesmo o cachorro da família teria entrado no meio para defendê-los do ataque. O animal passa bem.

Segundo os policiais militares, a discussão que motivou o duplo homicídio teria acontecido ainda no domingo (7), quando a vítima não gostou de ver o jovem usando drogas em frente à casa dela.

Já vizinhos que não quiseram se identificar disseram à polícia que a vítima teria ido
até a casa do autor para reclamar de som alto horas antes do crime. Essa queixa por parte da mulher, segundo o que consta no BO, teria se dado em tom agressivo. Ainda em relato aos policiais, mais tarde, os vizinhos teriam visto o investigado arrancando duas das quatro câmeras de segurança da residência das vítimas e indo embora em seguida.

Durante a madrugada desta segunda (8), os vizinhos ouviram o barulho da martelada desferida pelo suspeito contra o vidro da casa da vítima. Em seguida, também escutaram
gritos para que a polícia fosse acionada.

Em conversa com os policiais, a mãe do rapaz disse que o filho é esquizofrênico e que, no momento do crime, não estava em casa.

A faca utilizada para matar a mãe e o filho foi encontrada pelos policiais civis dentro de um cesto de lixo. O indiciado foi conduzido à delegacia onde foi autuado e conduzido ao cárcere. A faca utilizada no crime foi apreendida e encaminhada para a perícia. O caso está sendo apresentado no 31° DP (Vila Carrão).