Vídeo mostra carro de luxo voando em rampa de guincho, causando a morte de operador em SP

batida

Um motorista de guincho de 57 anos morreu após ser atropelado por um carro de luxo dirigido por um autônomo de 27 anos, às 6h do do último sábado (6). O acidente aconteceu na avenida Doutor Assis Ribeiro, no bairro Cangaíba (zona leste da capital paulista). O autor foi preso em flagrante, mas pagou R$ 4.200 de fiança e vai responder em liberdade.

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), policiais militares foram acionados pelo Copom para uma occorência de acidente de trânsito com vítima e capotamento. No local, viram um veículo BMW 320I cinza capotado na via. Próximo a ele estava o caminhão reboque envolvido no acidente.

A vítima, que era motorista de uma empresa de seguros e que dirigia o caminhão, já havia sido socorrida pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Ermelino Matarazzo. Já o condutor do veículo importado não apresentava lesões.

Segundo a SSP, uma testemunha informou que seu veículo apresentou problemas na avenida e solicitou os serviços da empresa de seguros. Eles enviaram um funcionário, que não conseguiu solucionar o problema e pediu apoio de um reboque, que chegou ao local por volta das 6h. Ainda de acordo com a secretaria, a vítima desceu do caminhão e começou a preparar os cabos para alçar o automóvel, momento em que a BMW subiu em alta velocidade pela rampa e o atropelou.

O autor foi conduzido à delegacia e autuado em flagrante. Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas, segundo o boletim de ocorrência, o laudo do exame pericial não indicou embriaguez.

A autoridade policial também representou pela suspensão da habilitação para dirigir do indiciado. O motorista foi solto após pagar R$ 4.200 de fiança.

Foram solicitados exames periciais ao IC e IML e o caso registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor pelo 24º DP (Ponte Rasa).