Três homens são mortos a tiros em ataque no Jaçanã

MODELO EXTERNOTrês homens foram mortos a tiros anteontem à noite no Jaçanã (zona norte).

Jefferson Martinez Gimenez, 35 anos, Eder Franco de Lima, 34, e Carlos Alberto Queiroz, 39, foram baleados por volta das 19h na rua Professor Pereira Reis, onde estavam. Eles morreram no local.

Testemunhas disseram à polícia que os autores da chacina desceram de um Honda City, dispararam contra o trio e fugiram logo em seguida.

Quando o Samu chegou, todos já estavam mortos. Segundo o boletim de ocorrência, diversas cápsulas foram recolhidas pelos peritos.

Os calibres das armas utilizadas não foram divulgados pelas autoridades.

Moradores da rua onde aconteceu o crime ainda estavam assustados ontem e evitaram comentar o caso.

“Ouvi muitos tiros, parecia uma guerra”, disse uma moradora que preferiu não se identificar.

“[Os mortos] Eram conhecidos nossos, estamos horrorizados e com medo de ficar no portão de casa”, disse outra moradora do bairro, que também pediu anonimato.

O aposentado Raimundo da Silva, 73 anos, que mora em uma rua próxima ao local do crime há 50 anos, disse que a onda de violência na região aumentou nos últimos anos. “No ano passado, também houve matança no bairro. Dá até medo ficar an­dando na rua até altas ho­ras”, disse da Silva, se refe­ rindo à chacina que aconte­ceu no bairro em abril do ano passado.

Na ocasião, seis pessoas que estavam em um bar na rua rua Antonio Sergio de Matos morreram, e uma ou­tra ficou ferida. Ninguém foi preso pelo crime.

O caso deste fim de sema­na foi registrado no 73º DP (Jaçanã), mas será investiga­do pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa). Até a conclusão des­ta edição, ninguém foi preso.