Bilhete Único Especial precisa ser renovado por usuários

Personal accounting

Passageiros com deficiência que utilizam ônibus na capital estão reclamando da convocação para perícia médica para renovação do Bilhete Único Especial, gratuito para portadores de necessidades especiais, no posto da SPTrans no Pari (centro), empresa sob a gestão do prefeito João Doria (PSDB).

A prefeitura afirma que está recadastrando as pessoas com deficiências permanentes, para que elas recebam um Bilhete Único que tenha validade por tempo indeterminado. São 200 mil cartões nessa situação -atualmente, apenas 17 mil são permanentes. Uma equipe médica está avaliando as limitações de cada usuário para decidir a concessão do benefício.

A analista de marketing Vanessa Yara Gonçalves, 33 anos, que teve que perder um dia de serviço, em São Caetano do Sul (ABC), para poder regularizar a situação, reclamou da situação. A jo­vem é portadora da artrogri­pose múltipla congênita, doença que limita os movi­mentos dos braços, mãos e pés. “Utilizo o cartão há quatro anos e nunca precisei passar por perícia, até por­ que minha doença não tem
cura. Até agora estou sem entender os critérios da em­presa”, disse ela, que mora no Butantã (zona oeste) e le­vou mais de uma hora para chegar ao posto de atendi­mento da SPTrans. “Ainda bem que consigo me loco­mover. Fico com dó daqueles que estão de cadeira de ro­das ou sem acompanhante”, complementou.

Três horas
A auxiliar de escritório Rute de Souza, 40 anos, também foi outra usuária que demos­trou insatisfação ao receber a intimação para perícia. Ela, que teve os movimentos do braço esquerdo limitados em decorrência de um acidente ainda na infância, depende do benefício para se locomo­ver para o trabalho. “É muita humilhação. A SPTrans deve­ria ter fotos das pessoas com deficiência para facilitar o processo e não mandar a gente viajar até aqui”, recla­mou ela, que saiu do Parque Fernanda (zona sul) e levou três horas para chegar ao posto de atendimento. Ela também perdeu o dia de trabalho.

Cartão vai ser permanente, garante SPTrans

A SPTrans, empresa da gestão João Doria (PSDB), afirmou por meio de nota que está convocando os passageiros com deficiências permanentes para passar por perícia e, assim, receber o Bilhete Único sem prazo determinado.

Segundo a empresa, a partir do dia 1º de setembro, o cartão já terá a nova validade. Sobre o posto do Pari, a SPTrans afirmou que a a escolha do prédio para o recadastramento se deve pelo fato do espaço oferecer maior acessibilidade e atendimento humanizado aos usuários.

O órgão disse ainda que qualquer deficiente pode ser convocado para auditoria médica. Cerca de 200 pessoas são convocadas diariamente para realização de auditoria médica no Pari.