São Caetano lidera ranking de cidades com idosos na quarta idade

IDOSOSSe chegar na quarta idade parecia um desafio, agora a longevidade parece ter ficado muito mais próxima. São Caetano é a primeira cidade entre os 51 municípios do Estado de São Paulo com mais de 150 mil habitantes que possui o maior número de pessoas com 80 anos ou mais. São 5.873 habitantes nessa fase da vida, cerca de 3,89% da população total. Os dados são da Pesquisa Socioeconômica do ABC realizada pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano).

Ainda segundo o estudo, entre os 645 municípios paulistas, a cidade do ABCD aparece em 10º lugar. A primeira colocada no ranking é a pequena Águas de São Pedro, no interior do Estado, com 5,48% da população.

“Existem diversos fatores para isso. A primeira é a questão socioeconômica do município. A cidade tem pouca pobreza. O segundo fator é o acesso à saúde, que chega a ser eficiente em comparação as cidades vizinhas. Por último, o bairrismo. São Caetano ainda possui muitos munícipes acima dos 80 anos enraizados, que não foram embora”, explicou Leandro Prearo, diretor do Inpes/USCS (Instituto de Pesquisas da Universidade Municipal de São Caetano).

Entre as cidades do ABCD, Diadema aparece em último lugar, com apenas 2.933 (0,73% da população). Santo André (2,19%), São Bernardo (1,24%), Ribeirão Pires (1,20%), Mauá (0,89%) e Rio Grande da Serra (0,73%) completam a lista.

“Diadema sofre o inverso de São Caetano. A condição econômica dos munícipes é inferior, consequentimente o acesso à saúde fica mais limitado, além de muito idoso mudar para outras cidades”, avaliou Prearo.

Entretanto, o especialista enxerga crescimento positivo da quarta idade no ABCD para os próximos anos. “A expectativa é muito boa para região, pois a medicina tem avançado cada vez mais. Os governos têm que encarar esse fato como políticas públicas. A quarta idade já passou a ser uma população importante e merece cuidados específicos”, afirmou.

Quarta idade
O aposentado Miguel Moreira, 82 anos, mora há 50 em São Caetano. Natural de São José do Rio Preto, ele não pretende voltar tão já para cidade natal. “Tenho tudo que preciso em São Caetano. Cidade boa para se morar”. Para manter a saúde em dia, o idoso costuma caminhar com frequência em ruas do bairro Barcelona. “Exercícios físicos faz bem à saúde e nos deixam mais fortes”, disse.

Já a dona de casa Durvalina de Carvalho, 80 anos, nasceu na cidade. Ela sente orgulho de poder fazer parte da quarta idade. “Somos igual vinho. Quanto mais anos, melhor fica”, disse rindo. Todo ano a idosa realiza exames de rotina para cuidar da saúde. “Nessa idade não podemos bobear. Se queremos viver mais e bem, temos que nos cuidar”, declarou.