Quase 600 mil serão vacinados contra a gripe no ABCD

GRIPEAté 26 de maio, o ABCD deve ter 576.973 mil pessoas vacinadas contra a gripe. Essa é a meta da Secretaria de Saúde do Estado.

A campanha será feita por etapas. A primeira fase abrange idosos e trabalhadores da saúde. A segunda começa dia 24, com crianças de seis meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes e puérperas (mulheres que pariram recentemente). No dia 2 de maio podem ser imunizadas pessoas com doenças crônicas (diabetes e hipertensão) e dia 8 os professores das redes pública e privada.

O segundo dia de imunização foi tranquilo, segundo usuários. O aposentado João Silva, 78 anos, levantou cedo para ser um dos primeiros na fila da UBS (Unidade Básica de Saúde) Casa Grande, em Diadema. “Na minha idade, não posso deixar de me vacinar. Gripe em idosos é perigoso”, garantiu.

A dona de casa Amélia Camargo, 75, foi até a UBS Vila Assis, em Mauá, para se vacinar. “Recomendo que todos os idosos venham se vacinar. Não doi nada e é rapido”, contou.

De acordo com a Secretaria de Saúde, neste ano o “Dia D” da campanha de vacinação contra gripe está marcado para dia 13 maio para todo o público-alvo. A população contará com mais de 4 mil postos de vacinação, que irão funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Três subtipos
A vacina disponível no SUS protege contra três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B.

Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra os vírus costuma cair. Além disso, o vírus da gripe passa por mutações frequentes.