Tarifa de água e esgoto de Diadema será reajustada em 12%

AGUAA tarifa de água e esgoto em Diadema será reajustada em 12,32% a partir do dia 29 de março. O aumento da cobrança feita pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) foi autorizado pela Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo).

De acordo com a Arsesp, a conta de água para as residências que possuem faixa de consumo de até 10 m³ por mês passará dos atuais R$ 17,93 para R$ 20,14. Já a taxa a ser cobrada de prédio comerciais, industriais e públicos, com consumo entre 0 a 10m³ mensais, passará de R$ 39,34 para R$43,43.

De acordoco a deliberação da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo, terão direito a pagar tarifa social, estipulada em R$ 7,44 por 10 m³ de água, usuários que tenham renda familiar igual ou inferior a três salários mínimos (R$ 2.800), consumirem até 170 kWh/mês, estiverem desempregados ou morarem em habitações coletivas de baixa renda.

O reajuste faz parte do Convênio Cooperação Técnica, assinado no dia 3 de julho de 2014, entre o Estado e Diadema, com interveniência e anuência da Sabesp. De acordo com o acordo, a tarifa no município será equiparada à tarifa praticada na Região Metropolitana de São Paulo no período de 5 anos, a partir de 2015, conforme disposto no Contrato de Programa.

ABCD

São Bernardo, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, outros três municípios da região operados pela Sabesp, terão novas tarifas após conclusão do processo de revisão tarifária, previsto para junho de 2017.

Em Santo André, o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) afirma estar fazendo análise das despesas e receitas da autarquia. Por enquanto, não há previsão de reajuste de tarifas. O último reajuste no município ocorreu em junho de 2016.

A SAMA (Saneamento Básico do Município de Mauá) informa que o último reajuste nas tarifas de água e esgoto foi aplicado nas contas com referência de janeiro de 2017. O decreto lei, que aumentou em 12,5% o valor dos serviços, foi assinado pela antiga gestão. A Sama afirma ainda que os reajustes são revisados e estudados pela Arsep (Agência Reguladora de Serviços Públicos).

O Dae (Departamento de Água e Esgoto) de São Caetano declara não ter ainda informações sobre reajustes para este ano. O último aumento na tarifa aconteceu em maio de 2016 e foi de 8,45%.