Parque das Nações sofre com queda diária de energia elétrica

CASAMoradores do Parque das Nações, em Santo André, reclamam da frequente interrupção no fornecimento de energia que vem ocorrendo há alguns meses nas ruas Etiópia, Estônia, Coréia, China, Palestina, Iugoslávia, Haiti e outras vias do bairro. De acordo com as famílias, as constantes interrupções no fornecimento de energia da AES Eletropaulo acontecem por volta das 17h e terminam às 22h. A Eletropaulo afirma que parte das interrupções no fornecimento de energia elétrica foi causada por queda de galhos sobre os fios de eletricidade.

Lisandra Marques de Carvalho, 36 anos, mora com o marido e a filha há três anos na rua Etiópia. Desde então, convive com a falta de luz. “Chega a ser seis quedas diárias e rápidas de energia entre o fim da tarde e início da noite. Chuveiro esfria, a máquina de lavar roupa não enche de água e, às vezes, minha filha encontra dificuldades para utilizar o computador e fazer trabalho escolar”, disse. Lisandra conta ainda que a rotina da casa teve que ser alterada por conta dos apagões. “Faço tudo o que tem que fazer pela manhã. Tomo banho antes das 17h”, afirmou.

Rosana Vitório, 38 anos, é uma das moradoras mais antigas da bairro. Ela lembra que o problema vem de longa data. “Sofremos com a falta de energia há muito tempo. Para mim, a AES Eletropaulo não acompanhou o crescimento do bairro, gerando sobrecarga na rede”, opinou. A instrumentadora cirúrgica teme pela integridade dos aparelhos eletrônicos. “Tenho medo que essas constantes quedas de energia queimem meus eletrodomésticos”, declarou.

Já Rafael Magalhães, 29 anos, se mudou com a esposa e dois filhos há seis meses para rua Etiópia. Desde então, cansou de entrar em contato com a empresa responsável pelo abastecimento da energia elétrica. “Já liguei várias vezes para eles, mas disseram que a rede está com a situação normal”, afirmou. Magalhães conta como consegue driblar o problema: “Banho só após a volta da energia ou em casa de parentes. Evitamos abrir a geladeira para não perder a temperatura e não estragar os alimentos”, revelou.

AES Eletropaulo
Ao apontar o problema da queda de galhos sobre os fios de eletricidade, a Eletropaulo afirma que, por conta disso, desligamentos programados ocorreram para execução de serviços de melhoria na rede pela concessionária, sempre alertando moradores do bairro com antecedência.

Além de manutenção, AES Eletropaulo garante que a rede de distribuição que atende o Parque das Nações e região também passará por modernização. Serão instalados novos equipamentos. Podas de galhos também estão previstas para acontecerem no bairro. Todas as ações fazem parte do plano anual de manutenção da concessionária.