Sorvete: Curiosidades sobre o alimento que é a cara do verão!

SORVETE CASCACombina com o calor, refresca e faz bem à saúde. Definitivamente o sorvete é a cara do verão. Seja massa, picolé, casquinha ou copinho; de vários sabores, coberturas, frutas, granulados, gourmet… Enfim, é a primeira opção para se refrescar durante a estação mais quente do ano.

A iguaria surgiu há mais de quatro mil anos, na China, quando os nobres colocavam uma pasta feita de leite e arroz na neve. No Brasil, o sorvete ficou conhecido em 1834, quando dois comerciantes cariocas compraram 217 toneladas de gelo, vindas em um navio norte-americano, e começaram a fabricar gelados com frutas brasileiras.

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (Abis), o consumo do sorvete no Brasil ainda é baixo se comparado aos países europeus, aonde a baixa temperatura chega a causar calafrios. Entretanto, o espaço ocupado pelo alimento na dieta dos brasileiros e na economia tem crescido.

De 2003 a 2013, o consumo de sorvetes no Brasil passou de 685 milhões de litros para 1,2 bilhão de litros, o que representa uma alta de mais de 80%, segundo dados da Abis. Ainda de acordo com a entidade, o brasileiro consome, em média, 6,43 quilos de sorvete por ano. Há quase uma década, esse consumo não passava de 4 quilos. Atualmente, o gelado de massa é o campeão de vendas nos país.

O sorvete pode ser visto como algo altamente calórico e ficar fora da rotina alimentar de quem vive de dieta, mas a verdade é que a sobremesa tem diversos benefícios à saúde e pode inclusive fazer parte de uma dieta saudável. Essa delícia pode contribuir como fonte de proteínas, açúcares, gordura vegetal e/ou animal, vitaminas (A, B1, B2, B6, C, D e K), cálcio, fósforo e outros minerais essenciais para o corpo humano. Quem tem a saúde em dia e pratica atividade física regularmente pode consumir o produto em pequenas quantidades duas vezes por semana.

SORVETE COPOOs cremosos, preparados à base de leite, possuem altas quantidades de sais minerais, especialmente de cálcio, essencial para o desenvolvimento dos ossos. Para se ter ideia, o cálcio existente em duas bolas de sorvete equivale ao que encontramos em um copo de leite. A grande quantidade de proteína localizada no gelado também ajuda o organismo a manter suas funções vitais.

Não se preocupe também com os índices calóricos dessa delícia. Saiba que uma bola de sorvete de chocolate de 60 gramas, por exemplo, possui 112 calorias, quase o mesmo que um pão francês de 50 gramas com miolo, que tem 135 calorias. Mas nem por isso se sinta autorizado a cair nas tentações que encontramos nas sorveterias, do tipo coberturas, caldas, granulados, farofa doce, confeitos ou marshmallow, guloseimas que tornam seu gelado muito mais calórico.

Feitos à base de água, os sorvetes de frutas são mais saudáveis e menos calóricos, já que a polpa da fruta não possui gordura. A dica para quem quer se refrescar é escolher os sabores de frutas cítricas. Limão, abacaxi e tangerina lideram o ranking dos mais leves e refrescantes. As crianças, por exemplo, podem comer um sorvete de frutas no lanche todo dia se as outras refeições forem equilibradas. Outra opção é comer o gelado juntamente com frutas, que além de alimentar, mantém seu corpo bem hidratado.

Para os mais preocupados com a balança, a melhor opção são os sorvetes light e o frozen natural, feito à base de iogurte. O frozen é menos calórico, rico em cálcio e fibras, além disso, não possui conservantes em sua composição. Há também a versão diet, destinada aos diabéticos, que é isenta de açúcar.

Esqueça aquela velha história de que sorvete afeta o sistema imunológico, causando gripe, resfriado ou dor na garganta. A medicina assegura que isso não passa de um mito, já que o que causa gripe é um vírus e não alimentos gelados. Ao contrário do que muitos acreditam, os alimentos gelados são mais indicados do que os quentes, independentemente da estação do ano.

Depois de você descobrir tudo isso, não é necessário mais nenhuma pesquisa científica para comprovar que um sorvetinho faz bem para corpo e alma. Portanto, faça escolhas saudáveis e não esqueça da melhor das dicas: aproveite seu sorvete com moderação e sem culpa, ok?

 

Revista Condomínios & Residências 

fevereiro/2017