Você é o Chef!

rodrigo hilbert OKA relação entre o homem e a cozinha vem de longa data. Os primeiros humanos a cozinharem seus alimentos o fizeram há 1,9 milhão de anos. Essa descoberta facilitou a vida dos nossos ancestrais, já que eles passaram a ter uma dieta mais leve, segura e nutritiva. De acordo com cientistas brasileiros, o cérebro humano só se diferenciou do dos outros primatas quando o homem aprendeu essa técnica. Ainda segundo eles, a quantidade de calorias absorvidas fez com que a massa encefálica e o número de neurônios do cidadão aumentassem, diferenciando-o do chimpanzé.

No decorrer da história, e por questões naturais da vida, o homem se distanciou da cozinha e a mulher assumiu essa função na família. Entretanto, de umas décadas para cá, a cozinha “de casa” deixou de ser um ambiente exclusivamente feminino. Basta fazer parte das redes sociais para perceber a quantidade de homens que compartilham receitas ou tiram fotos de pratos preparados que são de dar água na boca. A televisão também reflete essa invasão masculina. Os chefes de cozinha e apresentadores de televisão Edu Guedes, Daniel Bork e Henrique Fogaça, além do ator Rodrigo Hilbert são exemplos de sucesso à beira do fogão há alguns anos.

Portrait of handsome man in cook uniform smiling at camera during work

O homem moderno, por questões de independência, necessidade ou hobby, passou a entender que a aventura na cozinha vai muito mais além do que apenas comprar, temperar e assar uma carne na churrasqueira. Parte tem substituído a gravata pelo avental, assumindo assim, sem pré-conceito, a responsabilidade de “pilotar” fogões, forno e panelas com maestria. Tanto que os chefes de cozinha mais reconhecidos e bem pagos do mundo são do sexo masculino. Conhece aquele velho ditado “o homem é pego pelo estômago”? Então, parece que ele não se enquadra mais aos padrões atuais.

Saber cozinhar também conta pontos positivos na arte da conquista. Um prato bem feito é capaz de encantar e arrancar suspiros de uma mulher. Não é necessário ser nenhum expert da gastronomia mundial, basta conhecer o preparo de comidas básicas e certamente receberá elogios.

“Mãos na massa”

Também é comprovado que a comida “caseira” é capaz de unir as pessoas. Basta se lembrar de como era cheia a casa da sua avó aos domingos para comer aquela macarronada e frango assado. Portanto, criar momentos como esse é outra excelente oportunidade para colocar em prática os dotes culinários. Além de ser muito mais econômico e saudável, é possível escolher os próprios ingredientes e métodos de cozimento. Esqueça os restaurantes, fast foods, comida pronta e lanches. Habilidade, tempo, concentração, ambiente organizado e uma boa faca afiada são elementos básicos para você arrasar na cozinha. Para os cozinheiros de primeira viagem, saiba que há sites, blogs e uma infinidade de vídeos na internet que mostram o passo a passo de qualquer coisa que queira preparar.

Preparei para você uma pequena lista de alguns pratos fáceis, rápidos e gostosos de fazer.

  • Bruschetta: De origem italiana, o prato é uma entrada perfeita para um jantar. Fica pronto em 20 minutos. A iguaria é feita à base de pão e azeite. Há diversas variações, sendo a mais famosa a cobertura de tomate com manjericão.
  • Caldo de batata com bacon: Em dias frios, não há nada melhor do que uma sopa quentinha para nos aquecer. Em 10 minutos, é possível fazer e servir o caldo cremoso feito batata, bacon, queijo e salsinha.
  • Salada de abobrinha refogada: Presente de diversas formas na mesa de muitos brasileiros, a abobrinha feita como salada é bem light e de fácil preparo. Basta cozinhá-la em cubinhos por 10 minutos com azeite, alho e sal para ficar pronta.
  • Arroz de forno: Nem os alimentos escaparam da grave crise econômica brasileira. A ordem agora é não desperdiçar. Por isso, o arroz que sobrou na geladeira, misturado com alguns legumes e queijo, é capaz de se transformar em um prato delicioso. Após 15 minutos no forno médio, já é possível servi-lo.
  • Torta gelada de Bis: A torta tem feito o maior sucesso aos domingos. É o doce ideal para servir de sobremesa depois do almoço em família. Basta triturar duas caixas de bis, misturar aos outros ingredientes e levar ao freezer por duas horas. Feito isso, decore com o restante do bis picado e sirva.

Revista Condomínios & Residências