Falar em herança pode deixar muita gente com a “pulga atrás da orelha”, como diz a expressão popular. Entretanto, o tema deve estar na lista de assuntos familiares